Sexo sem protecção? Não, obrigada!

Ora vamos falar de sexo, mas há algo que as pessoas se tendem sempre a esquecer, ter relações sexuais é óptimo, absolutamente fantástico mas há algo que, principalmente os mais novos tendem a esquecer, PROTECÇÃO!

Muitos adolescentes/jovens, nos dias que correm iniciam a sua vida sexual cada vez mais cedo… Não tenho nada contra isso, principalmente com o que se vê, mas há que ter noção que sexo sem protecção não é o caminho indicado a ser seguido!

Sexo sem protecção até pode parecer uma boa ideia quando estamos em plena acção, porque as hormonas estão completamente alteradas, o desejo e a tesão são sensações que nos deixam completamente loucas mas a verdade? Não te deixes levar por essas sensações só porque achas que ele não tem doenças ou porque ela não vai engravidar.

Os preservativos não são caros, mas tens sempre a hipótese de os arranjar no teu Centro de Saúde, inscreve-te no planeamento familiar e terás acesso tanto à pílula como ao preservativo tanto masculino como feminino (sem bem que o último referido não seja tão conhecido!).

Por isso, relembrando, não se deixem levar pela paixão momentâneo, por noites em que o álcool já fala mais alto ou aquele velha coisa, ah… não sei não estava a pensar em nada, simplesmente aconteceu!

Sexo sem protecção, pode parecer uma óptima ideia mas acreditem meus jovens, mais tarde podem-se vir a arrepender!

Cerca de 45% dos jovens em Portugal, já tiveram sexo sem protecção, apesar dos meios de comunicação social fazerem várias campanhas de intervenção, durante o ano, para avisar sobre todas doenças sexualmente transmissíveis, e possibilidade de gravidez indesejada.

As Doenças Sexualmente Transmissíveis, incluem SIDA, Herpes Genital, Hepatite B e C, Sífilis, entre outros. Maior parte destas doenças não são visualmente comuns, ou seja, não conseguimos ver a olho nu, e não interessa que o nosso parceiro ou companheiro/a sexual diga que não, nunca sabemos que relações sexuais é que tiveram antes e até mesmo nós podemos ter relações com outras pessoas e andar a transmitir várias doenças entre todos.

Mesmo estando num relacionamento duradouro amoroso, convém ter sempre cuidado, conheço vários casais, que anos depois descobriram que os seus parceiros sexuais numa ou outra escapadela que deram não utilizaram protecção, e do nada a doença sexualmente transmissível passou como o herpes ou a candidíase, e ninguém sabe de onde veio e afinal, veio-se a descobrir que houve uma traição.

REGRA DE OURO:

  • Volto a lembrar, todos os adolescentes e jovens espalhados pelo país, lá por ser a vossa primeira vez, não quer dizer que não possam engravidar. Tudo o que possam ouvir de desculpas por parte dos homens, que o preservativo corta a circulação sanguínea, que não têm tanto prazer e que não é a mesma coisa.
  • Mulheres percebem que o vosso corpo não pode estar submetido a este tipo de perigo, é para isso que os preservativos existem e há mais de uma dúzia de marcas e tipos diferentes, os homens têm muito poder de escolha, mas se insistirem e não quiserem mesmo, então fechem as vossas pernas e abram a porta da rua, porque sexo sem protecção, NÃO MESMO!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quer encontros no seu email?
Subscreva a nossa Newsletter
Seja o primeiro a receber contatos e contedos
exclusivos diretamente na sua caixa de email.
Sim, quero receber!
Não Obrigado

ENTRA NA COMUNIDADE PARA ENVIAR MENSAGEM